Inicio » , » Dicas de manutenção preventiva para seu caminhão!

Dicas de manutenção preventiva para seu caminhão!


Fazer a manutenção preventiva do caminhão Mas no que consiste uma manutenção preventiva? Quais são as partes principais que o mecânico tem que checar? Vamos responder essas dúvidas e muitas outras neste artigo. Confira:

1. Quanto antes melhor
Quanto mais for a revisão mais barato será e as peças vão ter uma longevidade maior. Do contrário, será necessário utilizar manutenção corretiva, com custos maiores e, o pior, sem a previsão no orçamento. E a corretiva, na maioria das vezes, tem que ser feita durante o percurso, atrasando o prazo de entrega da carga. 

2. Aonde eu levo pra consertar?
Todos sabem que a manutenção preventiva é importante, mas a questão é: “Quem vai consertar?” “Concessionária ou meu mecânico de confiança?”. Praticamente todas as fábricas oferecem uma opção interessante que é o contrato de manutenção que muitas é ignorado por um pensamento totalmente errado de que o custo do conserto sairá mais barato que o contrato de manutenção. 
Se você utilizou um site que agrega anúncios de vendedores pessoa física como o Mercado Livre ou o Trucadão, tente identificar se o veículo possui contrato de manutenção ou então aonde o vendedor levava seu veículo para fazer revisão. 
O contrato de manutenção oferece uma série de vantagens, como, por exemplo, maior valor de revenda do caminhão, pois as peças são originais. Com o contrato tornam-se desnecessários orçamentos e cotações de preços. 
Além disso, o caminhoneiro tem a previsão de despesa com manutenção durante o tempo de contrato e uma parceria direta com a fábrica. E como todas as paradas são programadas o caminhão tem sua mobilidade aumentada.
Outra grande vantagem que vale citar aqui é que o cliente deixa de focar na gestão de manutenção e foca na atividade fim do seu negócio: transporte. O que representa uma grande economia, pois ele desativará sua oficina, economizando em equipamentos e mão-de-obra.
Existem algumas marcas como a Mercedes Benz e a Scania que disponibilizam informações online sobre o contrato de manutenção e podem te ajudar a tomar uma decisão sobre o assunto.

3. Não é apenas troca de óleo
Ao contrário do que muitos pensam, manutenção preventiva não é apenas troca de óleo e filtros. Reapertos, regulagens em geral, verificações de pneus, do conjunto reboque, enfim, o conjunto completo deve fazer parte de uma inspeção periódica. Muitos modelos de caminhões ainda possuem regulagem de freios e essa não pode ser esquecida.

4. Um simples problema e tudo vira uma bola de neve
Às vezes um problema simples que não percebe no inicio pode causar uma grande dor de cabeça. Como por exemplo, um terminal de direção com folga pode causar um desgaste prematuro dos pneus, o que aumenta a resistência ao rolamento, provocando maior consumo de combustível. Uma regulagem de válvulas e unidades pode influenciar diretamente no rendimento do motor e no aumento do consumo de combustível, óleo lubrificante e aumento da emissão de gases poluentes pelo escape.

5. Ouça as recomendaçõesdo fabricante
É sempre bom dar importância às indicações do fabricante. Seguir as especificações pode contribuir muito com o desempenho do caminhão e no tempo de duração das peças. Deve-se dar atenção especial quanto à substituição de peças. Utilize sempre peças originais, principalmente as de controle, como sensores, válvulas, filtros, bicos injetores, unidades injetoras, entre outros.

0 comentários :

Postar um comentário

Anterior Proxima Página inicial

Compre Camisetas e Bonés